Baz Ratner/Reuters
Baz Ratner/Reuters

Israel retira colonos de posto avançado na Cisjordânia

Cerca de 30 famílias - ou metade da comunidade de Ulpana - deixarão local ainda hoje

AE, Agência Estado

26 de junho de 2012 | 09h06

CISJORDÂNIA - Israel começou a retirar nesta terça-feira, 26, colonos judeus de um posto avançado não autorizado no território palestino da Cisjordânia, após uma decisão judicial para a demolição do assentamento.

Veja também:

linkGoverno cria comitê para assentamentos

linkIsrael anuncia construção de mais casas para colonos

linkUE critica Israel por expansão de assentamentos

Autoridades israelenses disseram que cerca de 30 famílias, ou metade da comunidade de Ulpana, deixarão o local ainda hoje, enquanto os demais moradores sairão do posto ao longo da semana.

Ao contrário de outras remoções do passado, marcadas pela violências, os residentes de Ulpana prometeram sair do assentamento sem causar problemas. Eles serão removidos para abrigos temporários e o governo israelense garantiu que em breve os transferirá para outro local nas proximidades. Os colonos ocupavam cinco prédios de apartamentos em Ulpana.

A Suprema Corte israelense ordenou a demolição porque o posto foi construído em terras palestinas privadas. Em outras áreas da Cisjordânia, as construções são autorizadas.

Os palestinos reivindicam todo o território da Cisjordânia para a formação de um futuro Estado.

As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Israelpalestinosassentamentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.