Israel retirará soldados de vila fronteiriça com Líbano

O governo de Israel aprovou a retirada de seus soldados da parte norte de uma dividida cidade que fica na instável fronteira do país com o Líbano. O primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, disse que a decisão foi tomada hoje. Segundo ele, os detalhes sobre o tema serão tratados com mantenedores de paz das Nações Unidas nas próximas semanas. Os mantenedores de paz devem assumir o controle da área.

AE, Agência Estado

17 de novembro de 2010 | 10h35

Israel retomou a parte norte de Ghajar durante a guerra de 2006 com a guerrilha do Hezbollah. O governo israelense havia se comprometido a sair da área com o cessar-fogo, mas permaneceu, citando temores em relação à segurança. Ainda assim, Israel pretende manter o controle do sul de Ghajar. Netanyahu disse, porém, que os moradores dos dois lados poderão se movimentar por toda a vila, que tem cerca de dois mil habitantes. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelLíbanovilaaprovaçãoretirada

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.