Israel tem dia com maior número de baixas no Líbano

Quinze soldados israelenses foram mortos em um único dia de combate nesta quarta-feira, segundo o Exército, o mais alto índice de mortos em apenas um dia no conflito entre Israel os guerrilheiros do Hezbollah.O Exército disse que 38 soldados ficaram feridos em lutas em todo o Líbano. A TV israelense divulgou que alguns dos mortos e feridos eram reservistas, e outros eram do Exército permanente. A maioria dos detalhes, incluindo os nomes dos soldados mortos não foi divulgada imediatamente.Também nesta quarta, Israel iniciou uma nova ofensiva por terra no sul do Líbano. Antes mesmo que a ofensiva começasse, os conflitos se intensificaram na faixa de seis quilômetros na fronteira que 10 mil soldados israelenses já estavam ocupando no sul do Líbano.O Hezbollah lançou pelo menos 170 foguetes contra Israel nesta quarta, segundo o Exército. Israel também atingiu o maior campo palestino de refugiados do Líbano, matando pelo menos duas pessoas. Os ataques israelenses mataram oito civis libaneses, de acordo com as autoridades do Líbano, e três guerrilheiros, segundo o Hezbollah. Aviões israelenses também lançaram panfletos sobre a cidade portuária de Tiro e sobre Beirute pela primeira vez. Os panfletos criticavam o líder do Hezbollah, Hassan Nasrallah, dizendo que ele estava "brincando com fogo" e que os libaneses estavam "pagando o preço".Desde o começo do conflito, pelo menos 711 pessoas morreram do lado libanês. O índice de mortos israelenses está em 118, incluindo 36 civis e 82 soldados.Matéria alterada às 19h08 para acréscimo de informações

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.