Israel teme reação do Iraque

Israel teme que o Iraque possa reagir diante de um possível ataque norte-americano, lançando contra aviões carregados de bombas químicas e biológicas através de pilotos suicidas ou de mísseis, alertaram hoje oficiais de segurança israelenses.Segundo a imprensa israelense, uma reunião realizada segunda-feira na sede do Estado-Maior das Forças Armadas discutiu as possíveis conseqüências de um ataque norte-americano sobre o Iraque.Segundo oficiais militares israelenses, um ataque norte-americano contra o território iraquiano poderia ocorrer dentro de dois ou três meses. As mesmas fontes informaram que os EUA poderiam atacar primeiro o Sudão, a Somália e o Iêmen, países acusados de proteger e ensinar os homens da organização terrorista de Osama bin Laden.Na segunda-feira, o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, pediu ao Iraque para que aceite o retorno de observadores internacionais para constatarem que o país não está desenvolvendo armas biológicas. O último observador da ONU foi obrigado a abandonar o Iraque em 1998.O Iraque rechaçou o pedido de Bush, que lançou uma advertência contra o governo de Saddam Hussein. A imprensa israelense deu amplo destaque às declarações de Bush, afirmando que se trata da primeira "advertência presidencial" contra o Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.