Yonatan Sindel / EFE
Yonatan Sindel / EFE

Israel terá sua quarta eleição em apenas dois anos

O Parlamento israelense foi dissolvido no final do dia desta terça-feira, 22, levando à convocação de novas eleições, após os deputados não terem chegado a um acordo sobre o orçamento

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de dezembro de 2020 | 20h58

JERUSALÉM - O Parlamento israelense foi dissolvido nesta quarta-feira (22) à meia-noite (horário local), levando à convocação de novas eleições, após os deputados não terem chegado a um acordo sobre o orçamento do Estado.

Os parlamentares israelenses tinham até terça-feira às 23h59 no horário local (18h59 Brasília) para aprovar um orçamento e evitar novas eleições, a quarta em cerca de dois anos. Sem acordo, o Parlamento foi dissolvido à meia-noite.

A crise política ocorreu desta vez por divergências sobre o orçamento, provocando um duro golpe na frágil coalizão formada em março entre o primeiro-ministro, Binyamin Netanyahu, e seu antigo rival, Benny Gantz.Gantz, ministro da Defesa e sócio de Netanyahu no governo, fez várias acusações ao primeiro-ministro, entre elas a de não cumprir suas promessas, como a aprovação do orçamento. 

Após três eleições legislativas que não resultaram em um claro vencedor entre Netanyahu e Gantz, os dois candidatos decidiram formar em abril um governo de “unidade e urgência” para enfrentar a pandemia de covid-19, encerrando a crise política de maior duração em Israel.

O acordo incluía um rodízio no posto de primeiro-ministro e estipulava que o governo adotaria um único orçamento para dois anos (2020 e 2021), mas o partido Likud, de Netanyahu, propôs a votação de dois orçamentos diferentes, o que foi rejeitado pelo partido centrista Azul e Branco, de Gantz. 

Analistas apontam a crise do orçamento como a maneira de Netanyahu provocar novas eleições e não ceder o poder a Gantz em novembro de 2021./ AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.