Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Israel vive nova onda de violência

A onda de violência voltou hoje nos territórios ocupados por Israel, uma semana depois da vitória do direitista Ariel Sharon, eleito primeiro-ministro. Um jovem palestino, de 20 anos, morreu atingido por disparos de tropas israelenses na cidade cisjordania de Belém. À noite, palestinos radicais assassinaram com um tiro na cabeça um colono judeu de 35 anos, próximo do assentamento de Gilo, construído em território palestino. Durante toda a noite, grupos palestinos armados e o Exército israelense se confrontaram. Ontem, um colono judeu foi morto por franco-atiradores palestinos quando trafegava de carro perto da cidade cisjordania de Belém. Desde que começou a onda de violência entre israelenses e palestinos na Faixa de Gaza e Cisjordânia, no final de setembro, mais de 400 pessoas já morreram, entre elas 353 palestinos, segundo fonte oficiais palestinas. Na avaliação de especialistas israelenses, a nova escalada de violência é obra de grupos opositores dentro dos territórios palestinos, que repudiam a vitória de Ariel Sharon. O governo israelense responsabiliza o líder palestino Yasser Arafat pelos novos confrontos na região.Leia mais

Agencia Estado,

12 de fevereiro de 2001 | 05h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.