Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Israelense é detido por afirmar ter bomba em aeroporto filipino

Delito é punido com até cinco anos de prisão e uma multa de cerca de US$ 900

Efe,

26 de janeiro de 2009 | 06h51

Um cidadão israelense foi detido nas Filipinas por brincar sobre uma bomba em um aeroporto, um delito punido com até cinco anos de prisão e uma multa de 40.000 pesos (cerca de US$ 900), informou nesta segunda-feira, 26, a Polícia. Eliav Gaoli, que se encontra de férias no país, ficou visivelmente irritado quando o obrigaram a ficar descalço no domingo em um controle de segurança no aeroporto de Cebu, 600 quilômetros ao sul da capital, e afirmou ter uma bomba oculta em um de seus sapatos. Eliav foi detido imediatamente pelas autoridades do aeroporto, às quais declarou que desconhecia que se tratasse de um crime. O israelense foi submetido a um exame médico completo e permanecerá sob custódia policial até que um juiz determine se é acusado de ter emitido um aviso falso de bomba.

Tudo o que sabemos sobre:
FilipinasprisãoIsraelfalsa bomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.