Israelense é morto em estrada da Cisjordânia

Um motorista israelense foi morto esta segunda-feira, quando dirigia seu carro na estrada que liga o assentamento israelense de Gush Etzion à cidade de Jerusalém. A vítima, um colono israelense que morava na Cisjordânia, perdeu o controle do carro após ser atingido por tiros, e chocou-se a um caminhão que vinha na direção contrária. O motorista do caminhão não ficou ferido. Testemunhas afirmam que os tiros foram dados por pistoleiros palestinos. Após o incidente, policiais israelenses bloquearam a estrada e passaram a revistar veículos palestinos. Poucas horas antes do ocorrido, o novo primeiro-ministro israelense, Ariel Sharon, chegava a Washington, em sua primeira visita aos Estados Unidos após eleger-se em fevereiro. Sharon deve reunir-se com o também recém-eleito presidente norte-americano, George W. Bush, na próxima terça-feira, para discutir o processo de paz no Oriente Médio. No dia seguinte ao encontro, Sharon viajará para Nova York, onde se apresentará na sede das Nações Unidas. O novo governo norte-americano parece querer se envolver menos que o do ex-presidente Bill Clinton na busca de um acordo de paz para pôr fim aos conflitos entre israelenses e palestinos.Desde o início das hostilidades, em setembro, pelo menos 347 palestinos, 66 israelenses e 13 árabes israelenses morreram no conflito. A nova Intifada foi deflagrada exatamente quando Ariel Sharon, então líder da oposição ao antigo primeiro-ministro Ehud Barak, decidiu fazer uma aparição pública na chamada Esplanada das Mesquitas, no Centro Velho de Jerusalém, o que foi tomado pelos paletinos como uma provocação direta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.