Israelenses criticam Mercosul por admitir Palestina

O governo israelense criticou ontem a Argentina, o Brasil e o Uruguai por declararem o reconhecimento de um Estado palestino, dizendo que isso é uma "interferência altamente prejudicial" por parte de países que nunca fizeram parte do processo de paz no Oriente Médio. "Eles nunca contribuíram para o processo e agora estão tomando uma decisão que vai contra tudo o que foi acordado até agora", disse o porta-voz da chancelaria, Yigal Palmor. "É um absurdo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.