Israelenses dinamitam casa de atacante suicida

O exército de Israel fez um cerco à cidade de Belém em resposta ao atentado suicida contra um ônibus, ontem, no qual morreram 10 israelenses e outros 50 ficaram feridos. Mesmo que no passado esse tipo de atentado tenha provocado reações enérgicas, desta vez Israel decidiu responder de forma mais moderada. Os soldados dinamitaram a casa do atacante suicida, Alí Jaara, e fecharam os acessos à Cisjordânia e à Faixa de Gaza. As forças de israel chegaram lentamente a Belém em dezenas de jipes e carros blindados em comboios, iluminando as casas com refletores. O ministro do Gabinete Palestino, Saeb Erekat condenou a invasão. ?Em lugar de enviar soldados e tanques a Belém, o governo de Israel deveria mandar negociadores para tratar de um processo de paz significativo?, disse.Hoje, também, soldados mataram um integrante da Jihad Islâmica, Jihad Suwaiti, próximo à cidade de Hebron. O exército disse que o homem resistiu à prisão disparando com um fusil. Na Faixa de Gaza, soldados de um tanque israelense mataram a tiros dois palestinos que, segundo eles, transportavam explosivos e lança-granadas, próximo ao assentamento israelense de Dugit.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.