Israelenses e palestinos doam sangue pela paz

Dezenas de israelenses e palestinos, familiares de vítimas do conflito no Oriente Médio, doaram sangue hoje em um ato simbólico, com o objetivo de promover o diálogo a favor da paz.Segundo representantes do Movimento das Famílias das Vítimas, que promoveu a iniciativa, os israelenses doaram sangue em um hospital de Ramallah, na Cisjordânia, enquanto que os palestinos fizeram o mesmo no Banco de Sangue de Israel, em Jerusalém."Fomos doar sangue para as famílias palestinas de Khan Yunis (uma vila da Faixa de Gaza) que sofreram uma incursão do Exército israelense (na qual morreram 14 pessoas e outras 100 ficaram feridas na segunda-feira)", disse Roni Gerston, ativista israelense do movimento, que em 1995 perdeu seu filho Amir, de 19 anos, em um atentado palestino."As famílias israelenses e palestinas unidas neste projeto de paz querem mostrar ao mundo que a dor não tem fronteiras, é igual em todas as partes. Perder uma pessoa querida por causa da guerra é um trauma terrível para todos", afirmou Gerston.Grandes Acontecimentos InternacionaisESPECIAL ORIENTE MÉDIO

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.