Israelenses e palestinos retomam negociações de paz

Israelenses e palestinos iniciaram na tarde desta quarta-feira, em Jerusalém, a primeira rodada substancial de negociações de paz em quase cinco anos, horas após Israel ter libertado 26 prisioneiros palestinos.

AE, Agência Estado

14 Agosto 2013 | 18h58

O governo de Israel divulgou à imprensa um breve vídeo dos negociadores se cumprimentando ao se encontrarem para conversar. A reunião ocorre em Jerusalém, mas o local exato do encontro não foi revelado.

As expectativas em relação ao encontro são baixas dos dois lados. A mediação do encontro foi feita pelos EUA e é a terceira tentativa desde 2000 de se chegar a um acordo sobre o Estado Palestino nas fronteiras de Israel.

A libertação dos prisioneiros, a primeira de quatro que deve ocorrer nos próximos meses, teve por objetivo levar os palestinos de volta à mesa de negociação após cinco anos e meio.

Entretanto, autoridades palestinas advertiram para um colapso das negociações devido ao fato de Israel continuar a construir assentamentos em terras supostamente destinadas ao Estado Palestino. Na última semana, Israel fez três anúncios de planos de construir três mil novas residências na Cisjordânia e na parte leste de Jerusalém.

Horas antes da retomada das negociações, militantes palestinos radicados em Gaza dispararam um foguete na direção de Israel. Em retaliação, a aviação israelense bombardeou o sitiado território palestino litorâneo. Não há informações sobre vítimas em nenhum dos ataques.

Mais conteúdo sobre:
Israel Palestinos negociação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.