Israelenses e palestinos trocam tiros em sanatório

Soldados israelenses e palestinos armados promoveram um tiroteio em um hospital psiquiátrico no povoado de Belém, na Cisjordânia, na madrugada desta quinta-feira. Apoiadas por helicópteros e tanques, os israelenses entraram no povoado para buscar supostos palestinos responsáveis por atentados suicidas em Israel e que estariam nos prédios administrativos do hospital. Quando os soldados cercaram o sanatório e exigiram a rendição dos suspeitos, os palestinos dispararam, dando início ao tiroteio. Não há informações sobre feridos.Uma hora depois do início da troca de tiros, cerca de 20 palestinos se renderam, saindo do prédio um a um. Cerca de 12 deles, incluindo o dirigente local e outros membros da Brigada de Mártires Al Agsa, foram detidos na operação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.