Israelenses matam oito palestinos na Faixa de Gaza

Oito palestinos foram assassinados em um dos dias mais violentos dos últimos meses em Gaza, complicando ainda mais os esforços de enviados americanos incumbidos de levar as partes em conflito de volta à mesa de negociações.Os tiroteios entre soldados israelenses e pistoleiros palestinos transformaram em zona de guerra um bairro da Cidade de Gaza. Ao mesmo tempo em que paramédicos apressavam-se para socorrer os feridos, militantes saíam às ruas com lançadores de foguetes.Pelo menos cinco dos palestinos mortos estavam armados, sendo que quatro pertenceriam à Jihad Islâmica e um, ao Hamas, disseram fontes hospitalares. De acordo com as mesmas fontes, os outros três mortos eram pedestres. O tiroteio começou nas proximidades do assentamento judaico de Netzarim, construído no coração da Faixa de Gaza.A violência ocorreu no mesmo dia em que os enviados especiais americanos John Wolf e David Satterfield reuniram-se com o primeiro-ministro da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Ahmed Korei. Os enviados, que também se reunirão com autoridades israelenses, têm a missão de romper o atual impasse nas negociações de paz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.