Isso é muito grande para mim, diz Malala sobre o Nobel da Paz

Isso é muito grande para mim, diz Malala sobre o Nobel da Paz

Mais nova laureada da história, adolescente estava na aula de química quando sua professora lhe contou do prêmio

O Estado de S. Paulo

10 de outubro de 2014 | 13h00

 

LONDRES - A jovem paquistanesa Malala Yousafzai agradeceu nesta sexta-feira pelo prêmio Nobel da Paz dado a ela mais cedo e disse que estava na aula de química quando soube da notícia. Ela é a pessoa mais jovem a ganhar o prêmio.

"Isso é muito grande para mim", disse Malala, que há dois anos escapou de um atentado do Taleban paquistanês por defender o direito das meninas paquistanesas ao estudo. "Estava na aula de química...não estava esperando receber o prêmio, quando deu o horário do anúncio, tinha certeza de que não teria ganhado. Mas minha professora disse que tinha de me contar algo importante e deu a notícia...isso (receber o prêmio) é algo muito grande para mim."

Malala também felicitou o ativista indiano  Kaliash Satyarthi, que dividirá com ela o prêmio. "Fico feliz em dividir esse prêmio com Kaliash Satyarthi, que luta em nome de crianças, contra o trabalho infantil", declarou Malala. Segundo ela, os dois conversaram para que os premiês do Paquistão e da Índia compareçam na entrega do prêmio do Nobel em dezembro. As duas potências nucleares têm uma relação tensa e já foram à guerra três vezes. 

Malala ainda criticou o Taleban. "Em razão do Taleban, muitas meninas são impedidas de ter educação no Paquistão", disse. "Gostaria de ver todas as crianças indo à escola e tendo educação." / AP

Tudo o que sabemos sobre:
Malala YousafzaiNobel da Paz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.