Itaipu recebe ameaças de atentado à bomba

A represa hidrelétrica de Itaipu, a maior do mundo, está nesta sexta-feira sob estritas medidas de segurança, após a binacional brasileiro-paraguaia receber, nesta quinta-feira, por telefone, duas ameaças de atentados à bomba. "A guarda e a central telefônica receberam chamadas anônimas - o que eu levei ao conhecimento da polícia e ordenei uma investigação", disse Federico Zayas, diretor paraguaio da binacional. Consequências ?inimagináveis?Um atentado contra a represa, construída por Brasil e Paraguai no rio Paraná, teria conseqüências inimagináveis, indicaram especialistas. Após uma minuciosa inspeção da represa realizada por agentes especializados da polícia, Zayas disse em tom tranqüilizador que "os resultados foram negativos". VigilânciaA represa de Itaipu está localizada na zona conhecida como das "Três Fronteiras", de enorme trânsito turístico e comercial, que envolve cidades da Argentina, Brasil e Paraguai.Autoridades dos três países reconheceram que está sendo realizada uma vigilância especial na zona, onde se suspeita que possam estar escondidos elementos do fundamentalismo islâmico ligados ao terrorismo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.