Elio Desiderio/AP)
Elio Desiderio/AP)

Itália apreende barco de ONG de resgate alemã

Segundo a polícia italiana, embarcação é suspeita de 'favorecer a imigração clandestina'

O Estado de S.Paulo

02 Agosto 2017 | 21h09

ROMA  - A Itália ordenou a apreensão de uma embarcação usada por uma ONG para o resgate de pessoas no Mar Mediterrâneo, por suspeita de favorecer a migração clandestina, em uma medida para conter a onda de imigrantes em situação ilegal que fogem da fome e das guerras.

O barco, de nome Iuventa que costuma ser usado pela ONG alemã Jugend Rettet para o resgate de migrantes na costa da Líbia, foi apreendido a pedido da Procuradoria de Trapani.

Em comunicado, a polícia italiana afirmou que a investigação judicial foi aberta em outubro sob a suspeita de “favorecer a imigração clandestina”.

A embarcação alemã foi retida no mar na noite de terça-feira pela Guarda Costeira italiana e acompanhada até o porto siciliano de Lampedusa.

A decisão da Procuradoria de apreender o barco foi tomada após quase um ano de investigações realizadas graças a uma “sofisticada tecnologia”, afirma a nota divulgada pela polícia.

A ONG alemã, assim como a organização Médicos Sem Fronteiras (MSF), rechaçaram na segunda-feira aderir ao “código de conduta” para resgatar migrantes no Mediterrâneo proposto pelas autoridades italianas. / AFP 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.