Itália aprova projeto de ponte entre a Sicília e o continente

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, anunciou o sinal verde do governo do país para o início da construção de uma ponte suspensa de 3,666 km entre o continente e a ilha da Sicília, ao custo estimado de 4,6 bilhões de euros. "A partir de hoje, a construção da ponte começa", disse Berlusconi em entrevista coletiva da qual participou também o ministro dos Transportes e Infra-estrutura, Pietro Lunardi, e a diretoria da Stretto di Messina SpA, que será responsável pela obra.Do dinheiro necessário para o projeto, 2,5 bilhões de euros virão de um aumento de capital da construtora Fintecna SpA, principal acionista da Stretto di Messina. A Fintecna é controlada pelo Ministério da Economia da Itália.O governo italiano também anunciou que a Stretto di Messina será privatizada no futuro. Os contratos para a construção deverão começar a ser assinados no segundo semestre deste ano e a obra da ponte deverá estar concluída até 2011. O executivo-chefe da Stretto di Messina, Pietro Ciucci, disse que o pedágio para atravessar a ponte deverá ser de aproximadamente 10 euros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.