Itália confirma 44º caso de vaca louca

O Ministério da Saúde italiano confirmou hoje o 44º caso de encefalopatia espongiforme bovina (EEB), ou doença da vaca louca, na nação. Testes realizados em uma vaca de 6 anos de idade, da região de Brescia, no norte da Itália, deram resultados positivos para EEB no instituto zoológico de Turim, que atua como um centro de controle da doença. O Ministério também informou que há um caso suspeito em Ragusa, na Sicília, e que o tecido cerebral do animal foi enviado a Turim para novas análises. A Itália detectou seu primeiro caso da doença em janeiro, depois da União Européia (UE) tornar obrigatórios os testes em animais com mais de 30 meses de idade. Mais de 409 mil animais já foram examinados desde o início dos testes. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.