Itália: confrontos com a polícia deixam 14 feridos

Confrontos entre estudantes, sem-teto e sindicalistas contra a polícia italiana deixaram pelo menos 14 feridos nesta quinta-feira, nas ruas de Roma, Milão, Turim, Florença e Palermo. Os manifestantes protestavam contra as medidas de austeridade que o novo governo da Itália, liderado pelo economista Mario Monti, deverá implementar em breve para debelar a crise da dívida.

AE, Agência Estado

17 de novembro de 2011 | 16h58

Pelo menos 9 policiais e 4 estudantes ficaram feridos em Turim, segundo a agência Ansa, onde manifestantes tentaram furar um bloqueio da polícia no centro da cidade. Em Palermo, manifestantes e sem-teto jogaram ovos e pedras contra agências bancárias. Um manifestante ficou ferido quando a policia impediu a multidão de invadir a agência central do banco Intesa San Paolo na capital siciliana.

As informações são da Associated Press, Dow Jones e Ansa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.