Itália estende suspensão de voos do Brasil por mais 15 dias

Itália estende suspensão de voos do Brasil por mais 15 dias

Portugal, Alemanha, Colômbia e Peru também bloquearam a chegada de visitantes vindos do País em razão da nova variante do coronavírus

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de janeiro de 2021 | 10h04

ROMA - O governo italiano prorrogou neste sábado, 30, a proibição de voos do Brasil e de qualquer cidadão que tenha passado pelo País nos últimos 14 dias, como medida de precaução contra as variantes do novo coronavírus. A Itália já havia suspendido a chegada de pessoas do Brasil no dia 16 de janeiro, e a medida duraria até o fim deste mês. O novo bloqueio será até o dia 15 de fevereiro, e pode ser renovado, segundo um porta-voz do Ministério da Saúde italiano.

“Assinei uma nova portaria que estende o bloqueio de voos com saída do Brasil e proíbe  entrada na Itália para os que passaram pelo país nos últimos 14 dias. Nós continuamos a ser cautelosos enquanto nossos cientistas continuam a estudar as variantes do coronavírus", disse o ministro da Saúde italiano, Roberto Speranza, nas redes sociais.

Além da Itália, Portugal, Alemanha, Colômbia e Peru anunciaram a suspensão de voos vindos do Brasil.

A nova cepa brasileira do coronavírus já está presente em 91% dos casos de covid-19 analisados ​​no estado do Amazonas, que está passando por um colapso dramático na saúde, de acordo com um estudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) publicado na sexta-feira.

Também houve três infecções com a nova variante encontrados em Manaus e no Estado de São Paulo, embora especialistas acreditem a nova cepa já possa estar presente em muitas outras regiões do País. A Organização Mundial da Saúde (OMS) relatou esta semana que foram detectados casos da nova variante do Brasil em sete outros países: Japão, Estados Unidos, Reino Unido, Itália, Alemanha, Coreia do Sul e Irlanda. /com informações de EFE e REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.