Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Itália mantém sentença a advogado ligado a Berlusconi

Uma corte de apelações da Itália manteve a condenação ao advogado britânico David Mills por ter aceitado suborno para mentir em juízo, a fim de proteger o primeiro-ministro, Silvio Berlusconi. A decisão pode ser fonte de embaraço para Berlusconi, que deve ter seu processo no mesmo caso de corrupção reaberto em breve. A Corte Constitucional italiana considerou uma lei que garante imunidade a algumas autoridades do país ilegal, abrindo caminho para a retomada da ação contra o primeiro-ministro.

AE-AP, Agencia Estado

27 de outubro de 2009 | 13h33

Uma instância inferior considerou Mills culpado em maio e o condenou a 4 anos e meio. Os magistrados decidiram que o advogado recebeu US$ 600 mil para dar um falso testemunho em dois julgamentos nos anos 1990 envolvendo Berlusconi e sua empresa Fininvest, em um caso sobre a compra de direitos de filmes norte-americanos.

Tudo o que sabemos sobre:
ItáliaadvogadocondenaçãoBerlusconi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.