Itália: modelo revela fantasias nas festas de Berlusconi

Uma modelo marroquina, Imane Fadil, de 27 anos, testemunhou nesta segunda-feira em um tribunal de Milão onde o ex-primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, é julgado por supostamente ter pago para fazer sexo com uma menor de idade, a também marroquina Kharima El-Marough, ou Ruby, que tinha 17 anos quando frequentava as festas na mansão do magnata em Arcore, perto de Milão. O depoimento de Imane complicou a situação de Berlusconi. Ela participou de algumas festas e não viu Ruby, mas escutou de outras garotas que iam à mansão do premiê que sua conterrânea menor de idade frequentava as festas. Na Itália, a prostituição não é crime, mas explorar uma prostituta é um delito, mais grave ainda se a mulher explorada tem menos de 18 anos. Berlusconi nega todas as acusações. Ele também é acusado de usar o cargo de primeiro-ministro, em 2009, para encobrir o escândalo.

AE, Agência Estado

16 de abril de 2012 | 18h01

Imane Fadil disse que Berlusconi gostava que as garotas se vestissem de freiras e depois tirassem toda a roupa. Normalmente, o premiê fazia sexo com as garotas após os shows eróticos. Uma das mulheres que ela viu vestida de freira, disse, foi Nicole Minetti, ex-conselheira da região da Lombardia e ex-assessora partidária de Berlusconi. Minetti é processada por favorecer a prostituição. Fadil disse que em uma festa uma garota brasileira usava a máscara do jogador de futebol Ronaldinho e a camisa do AC Milan, time de futebol do qual Berlusconi é proprietário.

Fadil, que trabalha como modelo fotográfica em Milão, disse que aceitou participar de algumas festas de Berlusconi porque "estava desesperada, sem trabalho e sem dinheiro", segundo o jornal La Stampa de Turim. Ela afirma que recebeu do premiê ? 2 mil para participar de uma festa.

As informações são da Associated Press e do jornal La Stampa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.