Itália pede captura de travesti brasileiro

A Justiça italiana pediu a captura internacional do travesti brasileiro João Paulo Dutra, de 39 anos, acusado de porte de explosivos. No último dia 6, Dutra aparentemente esqueceu no Aeroporto de Ancona, no leste da Itália, um pacote que guardava uma bomba com 30 gramas de TNT. Os advogados italianos de Dutra disseram que o brasileiro chegou naquele mesmo dia a São Paulo depois de viajar num vôo da Alitalia que partiu do Aeroporto de Fiumicino, nos arredores de Roma, com destino a Belo Horizonte. "Dutra declara-se totalmente inocente", disseram seus advogados.

Agencia Estado,

27 Dezembro 2002 | 16h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.