Guglielmo Mangiapane/Reuters
Guglielmo Mangiapane/Reuters

Itália proíbe entrada de turistas vindos de treze países, entre eles o Brasil

Medida atinge Bangladesh, Chile, Panamá e Peru, entre outros; restrição não vale para cidadãos italianos

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de julho de 2020 | 00h10

A Itália proibiu nesta quinta-feira, 9, a entrada de turistas com passagem recente por treze países considerados de alto risco de contaminação por coronavírus, entre eles o Brasil. 

Os viajantes que passaram ou transitaram nas últimas duas semanas por Brasil, Armênia, Bahrein, Bangladesh, Bósnia-Herzegovina, Chile, Kuwait, Macedônia do Norte, Moldávia, Omã, Panamá, Peru e República Dominicana não podem entrar na Itália até segunda ordem.

O decreto foi assinado pelo Ministério da Saúde, em acordo com os Ministérios das Relações Exteriores, Interior e Transportes.

Primeiro país afetado após a China, a Itália registrou cerca de 35 mil mortes e 242 mil casos. Em várias regiões do mundo, a pandemia, que causou mais de 550 mil mortes desde o final de dezembro, continua a progredir.

O Brasil é agora o segundo país mais atingido, com quase 67 mil mortes, segundo cálculos da AFP, depois dos Estados Unidos, que têm mais de 132 mil mortes. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.