AP Photo/Emilio Morenatti
AP Photo/Emilio Morenatti

Itália resgata mais de 14 mil migrantes em 15 dias

Atividade de traficantes de pessoas na costa da Líbia permanece intensa; na segunda-feira foi registrado o recorde de 6,5 mil pessoas resgatadas em um único dia

O Estado de S. Paulo

02 de setembro de 2016 | 15h30

ROMA - A guarda costeira italiana anunciou que 1.725 migrantes foram resgatados na quinta-feira, 1º, em frente à costa da Líbia, o que eleva a mais de 14 mil o número de pessoas salvas no Mediterrâneo central desde domingo.

Os migrantes, que viajavam em 14 lanchas metálicas e dois barcos pequenos, foram recolhidos por navios da Marinha italiana, da operação europeia anti-tráfico Sophia, e de várias ONGs, assim como por navios mercantes.

A atividade permanece intensa na região, depois que na segunda-feira se alcançou o recorde de 6,5 mil pessoas resgatadas em um único dia.

Segundo informações da guarda costeira, três pessoas perderam a vida na quarta-feira, embora uma cifra tão baixa represente uma proeza para os serviços de resgate, dadas as péssimas condições em que viajam os migrantes em embarcações precárias e superlotadas.

De fato, no fim de maio, quando mais de 13 mil pessoas foram socorridas em uma semana, vários naufrágios deixaram centenas de mortos. Quase a totalidade de migrantes vindos nesta última onda é de origem subsaariana. / AFP

Tudo o que sabemos sobre:
LíbiaMarinhaItáliaImigração

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.