Itália se prepara para sepultar vítimas do terremoto

Bispo de Áquila rezará missa para as vítimas na sexta-feira; número oficial de mortos é 260.

BBC Brasil, BBC

08 de abril de 2009 | 11h27

A Itália está se preparando para os primeiros funerais das vítimas do forte terremoto que atingiu a região central do país, Abruzzo, na segunda-feira.

As cerimônias serão realizadas no subúrbio da capital regional, Áquila, duramente atingida pelo sismo - lá muitas construções estão ameaçadas de desabar.

Segundo as autoridades, 260 pessoas morreram e 28 mil ficaram desabrigadas.

A região continua sendo sacudida por tremores secundários e diminuem as esperanças de se retirar pessoas com vida dos escombros.

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, disse que o bispo de Áquila, Giuseppe Molinari, vai rezar uma missa para as vítimas do terremoto na sexta-feira.

O papa Bento 16 disse que vai visitar a região "o mais cedo possível".

A moradora de Áquila, Antonella Massi, disse que os habitantes da cidade ficaram chocados com a perda de tantos entes queridos. "A cidade foi reduzida a escombros com mais de 40 mortos e muitos deles eram jovens."

"Uma geração inteira desapareceu", acrescentou.

Milhares de pessoas passaram uma segunda noite em acampamentos improvisados nos arredores de Áquila, enfrentando temperaturas em torno de cercq de 5 graus centígrados. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.