Itália também fecha embaixada em Bogotá

Os serviços da embaixada e consulado da Itália foram suspensos hoje, temporariamente, por "razões de segurança". Grã-Bretanha e EUA já haviam feito o mesmo com suas representações diplomáticas na capital da Colômbia. O ministério de Relações Exteriores da Colômbia, consultado pela Ansa, informou, por meio de sua assessoria de imprensa, não ter sido informado oficialmente sobre as determinações das embaixadas e que não existe, "por enquanto", pronunciamento oficial a respeito. Na embaixada da Itália se informou que "não há serviço para o público e não se sabe quando será retomado o atendimento". Outras fontes oficiais que preferiram não ser identificadas manifestaram que o fechamento temporário do atendimento ao público foi motivado por "razões de segurança", mas se abstiveram de dizer quais os tipos de ameaça que levaram a essa medida. A embaixada dos EUA anunciou na quinta-feira a suspensão, até pelo menos dia 26 de dezembro, de suas atividades, exceto para atender casos urgentes de americanos residentes na Colômbia. Ainda na quinta-feira, a embaixada da Grã-Bretanha suspendeu suas atividades até 2 de janeiro próximo, depois que em Londres um porta-voz da Chancelaria dizer que existem "ameaças" contra várias embaixadas em Bogotá.

Agencia Estado,

20 Dezembro 2002 | 15h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.