Itália tem protestos contra relaxamento em demissões

Centenas de milhares de manifestantes se reuniram em Roma para protestar contra o plano do primeiro-ministro Matteo Renzi de facilitar demissões.

Estadão Conteúdo

25 de outubro de 2014 | 13h55

Duas marchas barulhentas atravessaram o coração da capital italiana hoje dificultando o trânsito por horas. Os manifestantes aplaudiram a líder sindical Susanna Camusso quando ela prometeu mais protestos e greves, a menos que Renzi abandone os esforços para dar aos empregadores mais liberdade para despedir trabalhadores.

O primeiro-ministro de centro-esquerda defende que os empregadores temem contratar trabalhadores por não poder dispensá-los caso os negócios percam fôlego. Ele diz que a medida vai ajudar a tirar a Itália da recessão. Fonte: Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
Itáliaprotestos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.