Italiano foragido há 30 anos é preso em Londres

Quando a polícia britânica finalmente prendeu um fugitivo italiano, procurado nos últimos 30 anos, não poderia imaginar que a tarefa seria tão fácil. Gianfranco Techegne, de 49 anos, foi preso na rua Broadway, próximo da sede da Scotland Yard em Londres, disseram hoje as autoridades locais.

AE, Agência Estado

27 de abril de 2012 | 19h18

Techegne estava na fila dos Correios, do outro lado da calçada, a 10 metros da sede da Scotland Yard, quando foi detido e levado em custódia por detetives da unidade de extradição. Segundo a polícia britânica, ele era procurado pela polícia italiana desde 1982 por ligação com um assalto a mão armada a uma locadora de veículos em Nápoles, ação na qual um jovem policial morreu.

As autoridades italianas solicitaram a extradição de Techegne no mês passado à Scotland Yard. A polícia de Nápoles disse que câmeras de vigilância tinham registrado visitas frequentes de Techegne aos Correios - isso precipitou a ação dos detetives, que temiam que ele estivesse à beira de deixar a capital britânica.

A polícia italiana disse que Techegne não é um membro da Camorra, como é conhecida a máfia napolitana, mas tem ligações com a Cosa Nostra por meio de sua família. Sua cunhada é Maria Licciardi, uma "Madrinha", nome dado aos chefes da máfia do sexo feminino. Licciardi, dizem os investigadores, administrou o clã Alleanza di Secondigliano, um dos mais poderosos entre as facções da Camorra. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.