Italianos, alemães, egípcios e romeno são sequestrados no Egito

O ministro do Turismo do Egito, ZoheirGarrna, disse nesta segunda-feira que 15 pessoas foramsequestradas na fronteira entre o Egito e o Sudão, entre elascinco italianos, cinco alemães e um romeno. As outras quatrovítimas são egípcias. O ministro disse à Reuters: "Este é um ato de gangue, feitopor homens mascarados". Garrna afirmou também que estão sendofeitas negociações de pagamento do resgate dos reféns. (Por Alaa Shahine)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.