Itamaraty divulga nota sobre morte de diplomata

O Ministério das Relações Exteriores divulgou nota confirmando oficialmente que, na madrugada de hoje, o embaixador do Brasil na Tailândia informou terem sido encontrados os corpos da Conselheira Lys Amayo de Benedek e de seu filho Gianluca, resgatados na ilha de Phi Phi. Segundo o Itamaraty, o embaixador solicitou que fosse enviada à Embaixada do Brasil em Bangcoc a ficha datiloscópica da diplomata, o que já foi feito, para a pronta liberação dos corpos. "Durante os mais de vinte anos em que serviu ao Ministério das Relações Exteriores, a Conselheira Lys Amayo de Benedek D´Avola se distinguiu por sua integridade, seriedade e competência, além da afabilidade, que lhe permitiu granjear largo círculo de amizades entre os seus colegas brasileiros e estrangeiros", diz a nota. O Ministério das Relações Exteriores lamentou a perda da funcionária e de seu filho e "se associa à dor dos familiares e amigos da Conselheira".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.