Itamaraty enviará ajuda ao governo peruano

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva prometeu ontem ao governo peruano o envio de medicamentos, alimentos não-perecíveis e tendas para as vítimas do terremoto de quarta-feira. A promessa foi feita diretamente ao presidente do Peru, Alan García, para quem Lula telefonou pela manhã para prestar solidariedade. O envio será organizado pelo Grupo de Ajuda Humanitária Internacional, órgão interministerial do governo, coordenado pelo Itamaraty. Pouco antes da conversa entre Lula e García, o Ministério das Relações Exteriores brasileiro divulgou nota destacando a "sincera solidariedade" do governo brasileiro ao Peru. O texto assinalou a consternação do Brasil com as "trágicas conseqüências" do terremoto e também sua oferta de assistência humanitária. Segundo o coronel Carlos Kléber Lopes Barbosa, diretor de Reabilitação e Construção da Secretaria de Defesa Civil, o grupo interministerial deverá analisar a extensão da tragédia no Peru antes de calcular o volume dos recursos a ser embarcado.AJUDA INTERNACIONALO governo do presidente americano, George W. Bush, anunciou ontem a aprovação do envio imediato de US$ 100 mil para ajuda de emergência ao Peru.A Argentina também expressou solidariedade e anunciou a criação de um comitê de crise para coordenar a ajuda humanitária que será enviada aos peruanos.Venezuela, Paraguai, Uruguai e Equador foram também alguns dos países que enviaram condolências ao governo do Peru.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.