Itamaraty não tem informação sobre vítimas brasileiras

O embaixador Gilberto Velloso, subsecretário geral do serviço exterior brasileiro, confirmou que não há informações sobre vítimas brasileiras nos atentados ocorridos nesta manhã nos Estados Unidos. Ele ressaltou, entretanto, que como as cidades de Nova York e Washington estão "sitiadas", os diplomatas não puderam ainda percorrer os locais onde ocorreram os atentados para identificação de vítimas.O Itamaraty, segundo Velloso, está em contato permanente com sua embaixada em Washington, com os consulados gerais em Boston, Chicago, Houston, Los Angeles, Miami, Nova York e São Francisco, com o escritório financeiro em Nova York e com suas missões junto à Organização dos Estados Americanos (OEA) e à Organização das Nações Unidas (ONU).O embaixador está recomendando aos familiares de pessoas que residem nos Estados Unidos que antes de tentarem informações no Itamaraty procurem um contato direto, por meio de telefone ou Internet. "Por melhor que seja nossa rede de comunicação, ela serve para informações oficiais", disse o embaixador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.