Itamaraty promove aproximação

As ações de promoção do Itamaraty e do governo brasileiro são um dos principais motores do aumento da presença brasileira na Venezuela. É verdade que a aproximação com o país vizinho começou no governo FHC, que enviou um navio de petróleo para Chávez enfrentar a greve petrolífera em 2002, mas aceleram muito com Lula em razão da afinidade política entre os dois líderes. Entre seus instrumentos está o crédito bilionário do BNDES, acordos firmados nas diversas reuniões de cúpula e, recentemente, os projetos de cooperação industrial tocados pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.