Ivan chega à Jamaica; mais de 30 mortos no Caribe

Trazendo ventos violentos e ondas monstruosas, o furacão Ivan chegou hoje à Jamaica depois de devastar Granada e matar pelo menos 32 pessoas. O governo jamaicano ordenou que 500.000 pessoas deixem suas casas em áreas litorâneas, onde as chuvas já inundam estradas.Em Granada o Ivan deixou uma paisagem devastada de casas derrubadas, metal retorcido e madeira quebrada, além de um frenesi de saques e violência. O total de mortos na região chega a 32. O furacão de categoria 4 - numa escala onde o máximo é 5 - tem ventos de 215 km/h e poderá ganhar força antes que seu núcleo chegue à Jamaica.Depois, o caminho do furacão deverá passar pelas Ilhas Cayman e Cuba, antes de chegar à Flórida (EUA). Este é o quarto furacão de alta intensidade da estação no Atlântico e causará a terceira remoção de moradores da Flórida em um mês, seguindo-se às tempestades Charley e Frances.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.