AFP PHOTO / NICHOLAS KAMM
AFP PHOTO / NICHOLAS KAMM

Ivanka Trump terá escritório na Casa Branca e acesso a informações secretas

Segundo advogada da filha do presidente americano, ela não terá um cargo oficial e não receberá salário por seu novo trabalho

O Estado de S.Paulo

21 de março de 2017 | 08h14

WASHINGTON - Ivanka Trump, a filha mais velha do presidente dos EUA, Donald Trump, terá um escritório próprio na ala oeste da Casa Branca, segundo informações divulgadas na segunda-feira por sua advogada.

Com isso, ela - que como "primeira filha" tem um papel frequente e atípico na Casa Branca desde que seu pai assumiu o cargo - aumentará sua influência no círculo presidencial.

Em Washington, já é habitual ver a filha do presidente acompanhando o pai em atos oficiais e em reuniões com líderes internacionais.

Na sexta-feira 17, Ivanka se sentou ao lado da chanceler da Alemanha, Angela Merkel, durante sua reunião na Casa Branca, lugar que também ocupou em fevereiro, durante a visita do primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau.

De acordo com sua advogada, Jamie Gorelick, citada por alguns veículos de imprensa, Ivanka não terá um cargo oficial na Casa Branca e não receberá qualquer salário por seu novo trabalho. Ainda assim, segundo o jornal britânico The Guardian, Jamie afirmou que a filha de Trump terá dispositivos de comunicação fornecidos pelo governo e acesso a informações secretas.

A filha do mandatário se juntará na ala oeste a seu marido, Jared Kushner, que trabalha como assessor de Trump e é presença constante no Salão Oval.

Ivanka é a única dos filhos de Trump que deixou Nova York para acompanhar o pai em Washington, embora no início do governo tenha negado qualquer interesse em trabalhar na Casa Branca. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.