Já são 187 os mortos em atentado na Indonésia

As autoridades indonésiasrevelaram hoje ter sido muito maior do que as estimativasiniciais o número de mortos no devastador atentado na madrugadade hoje (pelo horário local) contra uma discoteca na turísticaIlha de Bali. Morreram pelo menos 187 pessoas e mais de 300ficaram feridas, no pior atentado na história da Indonésia. OClub Sari é famoso entre mochileiros e surfistas que chegam àparadisíaca praia de Kuta. A explosão provocou um incêndio e fezo teto vir abaixo, aprisionando centenas de pessoas em meio àschamas.Uma bomba de pequena potência explodira antes diante dadiscoteca Paddy e uma terceira diante do Consulado dos EUA nailha. Ninguém ficou ferido nesses dois ataques. Nenhum grupoterrorista assumiu a autoria do atentado, mas as suspeitasrecaem sobre a Jemash Islamyia, grupo indonésio tido como braçodireito da rede terrorista al-Qaeda no Sudeste Asiático.Centenas de turistas estrangeiros se apressavam a deixar aIndonésia hoje, lotando o aeroporto de Denpasar, a principalcidade de Bali. Boa parte das vítimas é constituída por turistas ocidentais,com predomínio de australianos (Bali é um dos principaisdestinos de veraneio da Austrália, país próximo). Pelo menos 8australianos morreram e 113 estão hospitalizados. A Força Aéreaaustraliana enviou aviões C-130 para levar feridos parahospitais no país. "Nossa estimativa é que o número de nossoscidadãos mortos será muito alto. Há muitos desaparecidos.Muitos", disse o chanceler da Austrália, Alexander Downer.As autoridades não tinham divulgado até a noite de hoje anacionalidade de todas as vítimas. Só haviam identificado 29 corpos: 9australianos, 8 australianos, 3 cingapurianos, 2 britânicos, 1francês, 1 holandês, 1 alemão, 1 sueco, 1 suíço e 1 equatoriano.Mas o governo britânico, por exemplo, informou que 22 de seuscidadãos estão desaparecidos e há 40 feridos. Um brasileiro estádesaparecido. Um time de rugby de Hong Kong tentava localizarhoje nove membros que teriam ido à discoteca e não foramlocalizados ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.