Já são 1.987 pessoas mortas em terremoto, diz governo

O número de pessoas mortas no terremoto de 6,2 graus que atingiu a ilha de Java chega a 1.987, segundo o Ministério de Assuntos Sociais indonésio, enquanto os hospitais da zona afetada atendem a feridos além da sua capacidade.A Cruz Vermelha calcula 1.400 vítimas mortais. Mas as equipes de resgate continuam a busca de corpos soterrados entre os escombros.Os lugares mais afetados são Bantul, Yogyakarta, Sleman, Gununkidul e Kulonrogo.Segundo as declarações de testemunhas ao jornal digital Detikcom, Bangul foi destruída.O presidente indonésio, Susilo Bambang Yudhoyono, anunciou que vai amanhã à região do desastre, e ordenou ao Exército que ajude nas tarefas de evacuação das vítimas.Yogyakarta, um dos principais centros turísticos da Indonésia, fica cerca de 400 quilômetros a sudeste de Jacarta e a 25 quilômetros do epicentro do terremoto.O abalo ocorreu às 5h54 (19h54 de sexta-feira em Brasília), com epicentro a apenas 17 quilômetros de profundidade. A duração foi de 57 segundos, segundo o Instituto Geológico dos Estados Unidos.Em dezembro de 2004, um maremoto matou 226.408 pessoas em 12 nações banhadas pelo Índico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.