Já são 77 mortos pelo tufão na China

Pelo menos 77 pessoas morreram no sul da China em conseqüência dos efeitos do tufão Prapiroon ("deus da chuva", em tailandês) que, apesar estar enfraquecido, segue provocando danos na região, informou a agência oficial "Xinhua".Autoridades locais iniciaram um forte esquema de resgate dos afetados pelo tufão, evacuando mais de 600 mil pessoas do sul do país asiático.A província mais afetada pela passagem do Prapiroon continua sendo Cantão, onde 51 pessoas morreram desde a última quinta-feira. Mesmo com a passagem na sexta-feira para a classificação de tempestade tropical, acredita-se que o Prapiroon causou até o momento perdas de US$ 675 milhões em Cantão.Na região autônoma de Guangxi, que também foi muito afetada pela passagem do tufão, 26 pessoas morreram, 9.300 casas foram destruídas e 20 mil hectares de terra de cultivo ficaram danificadas.Na província de Fujian, no litoral sudeste, um castelo do século XVII desabou em razão das fortes chuvas que castigaram a região durante os últimos três meses.O castelo Caipu, de 1636, era uma fortificação de perímetro circular da dinastia Ming, construída para defender a costa de ataques piratas.Antes de se dirigir à China, o Prapiroon passou pelas Filipinas, onde deixou seis mortos e dois desaparecidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.