Já são mil os soldados estrangeiros mortos no Iraque

A morte de um soldado americano, ferido na noite de quinta-feira num ataque da guerrilha iraquiana em Bagdá, elevou para mil o número de mortos entre os EUA e seus aliados na ocupação do Iraque desde a invasão do país, em março do ano passado. As baixas americanas se elevaram para 880 mortos, dos quais 673 em ataques ou confrontos com rebeldes e o restante em acidentes, por problemas de saúde, ?fogo amigo? ou suicídio. A Grã-Bretanha perdeu 60 soldados no Iraque. Os demais mortos são de outros países da coalizão liderada pelos EUA.

Agencia Estado,

09 de julho de 2004 | 16h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.