Jacarta destaca 18 mil policiais para proteger cristãos no Natal

A Polícia de Jacarta destinará 18 mil agentes à proteção da minoria cristã durante o Natal, informou nesta quinta-feira a imprensa local."Vamos reforçar a segurança especialmente enquanto nossos irmãos cristãos rezam em suas igrejas e celebram o Natal. Não vamos correr nenhum risco", declarou o governador de Jacarta, Sutiyoso, ao jornal "The Point".Ele prometeu ainda a presença de pessoal adicional da Frota Ocidental da Marinha e da Força Aérea, além de 20 companhias dos Comandos Militares de Jacarta na "Operação Vela".O dia 31 de dezembro, além do fim do ano, será o Dia do Sacrifício muçulmano. Por isso também terá segurança reforçada, para prevenir possíveis ataques terroristas.As forças de segurança se concentrarão ao redor de 1.407 igrejas, além de outros 123 lugares especialmente expostos, como estações de trem e ônibus e shoppings.No Natal de 2000, a capital indonésia sofreu vários atentados com bomba perto de igrejas, que provocaram a morte de uma pessoa e feriram 30.A segurança também foi reforçada em outras partes do país, de maioria muçulmana. Os cristãos não chegam a 9% da população."A Polícia se manterá em estado de alerta durante as festas e enviará pelo menos dois agentes a cada igreja", anunciou à imprensa o general Sutarman, chefe da Polícia de Riau.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.