James Murdoch deixa presidência da News International

James Murdoch, o executivo que está no epicentro do escândalo de escutas telefônicas envolvendo os jornais britânicos de seu pai, Rupert Murdoch, renunciou ao cargo de presidente executivo da News International, o braço de jornais da News Corp.

AE, Agência Estado

29 de fevereiro de 2012 | 13h51

A News Corp. disse que James, filho mais jovem de Rupert Murdoch, de 80 anos, renunciou a seu cargo na News International para concentrar seus esforços na televisão. Ele continuará a ser diretor de operações vice-chefe da News Corp.

James Murdoch, de 39 anos, que era considerado o herdeiro do pai, se envolveu numa controvérsia por causa das especulações sobre sua participação no escândalo de escutas telefônicas no Reino Unido.

Os escândalo provocou o fechamento do tabloide News of the World, que tinha 168 anos, e levou às prisões de mais de dez jornalistas. Outros executivos da News Internacional deixaram seus cargos, mas logo após o início dos escândalos Rupert afirmou se James tinha seu total apoio.

James Murdoch afirma que não sabia que escutas telefônicas ilegais eram amplamente usadas no News of the World, afirmação contestada por seus colegas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino UnidoJames Murdochrenúncia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.