James Murdoch pede desculpas às vítimas de grampo

O diretor operacional da News Corp, James Murdoch, pediu desculpas hoje às vítimas dos grampos telefônicos do tabloide News of the World, e disse que essas ações não estão de acordo com os padrões do grupo.

PRISCILA ARONE, Agência Estado

19 de julho de 2011 | 11h29

Em depoimento perante um comitê do Parlamento britânico que investiga os grampos, James Murdoch disse que a empresa vai resolver o problema e assegurar que ele não aconteça de novo. Assim que a audiência começou, o presidente e executivo-chefe da News Corp, Rupert Murdoch disse ao Comitê de Cultura, Mídia e Esportes que o depoimento de hoje foi o "dia mais humilhante da minha vida".

Rebekah Brooks, ex-executiva-chefe da unidade de jornais da News Corp, vai comparecer perante o comitê depois do final da audiência de James e Rupert Murdoch. Brooks demitiu-se na sexta-feira, em meio ao escândalo dos grampos. Ela foi detida no domingo pela polícia, mas não foi indiciada e acabou libertada sob fiança. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.