Japão analisa comprar drones e armas ofensivas

O Japão analisa a possibilidade de adquirir armas ofensivas e assumir estratégia mais ativa em questões de segurança regional, disse ontem o ministro da Defesa do país, Itsunori Onodera, dando indícios de como o novo governo conservador poderá se afastar mais do que nunca do pacifismo do pós-guerra. Onodera declarou que o Japão deveria considerar a compra de armas para atingir bases em países hostis, além de aviões não tripulados para monitorar as águas territoriais, em resposta aos crescentes arsenais da Coreia do Norte e da China. O governo de Shinzo Abe deverá anunciar sua nova política de defesa do fim do ano. / NYT

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.