Japão analisa retomar conversas com a Coreia do Norte

O governo do Japão está analisando a reabertura de conversas oficiais com a Coreia do Norte para resolver questões sobre sequestros de cidadãos japoneses há décadas, levantando preocupações entre os aliados de que o foco de Tóquio sobre essa questão pode enfraquecer os esforços para controlar o programa de armas nucleares de Pyongyang.

AE, Agência Estado

22 de maio de 2013 | 03h21

O secretário-chefe do gabinete do governo do Japão, Yoshihide Suga, disse nesta quarta-feira que negociações com a Coreia do Norte são possíveis se elas levarem a um avanço sobre os sequestros. O primeiro-ministro Shinzo Abe indicou no início desta semana que está aberto à realização de uma reunião de cúpula com o líder norte-coreano Kim Jong Un, se tal avanço puder ocorrer.

Abe enviou um assessor para Pyongyang na semana passada, pegando Seul e Washington desprevenidos. Ambos disseram que não receberam aviso prévio. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
japãocoreiasequestros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.