Japão apoia condenação da ONU à Coreia do Norte

País asiático reforça decisão das Nações Unidas, com apoio dos Estados Unidos e Coreia do Sul

Efe,

14 de abril de 2009 | 03h02

O governo do Japão celebrou nesta terça-feira, 13, a condenação unânime do Conselho de Segurança das Nações Unidas à Coreia do Norte pelo recente lançamento de um foguete de longo alcance e qualificou a declaração como "forte e clara".

 

Segundo disse nesta terça-feira à Agência Efe um porta-voz da chancelaria japonesa, o Japão "aprecia muito" a decisão tomada na segunda-feira, 13, pela ONU, que além de condenar o lançamento do dia 5 último considera o ato uma violação da Resolução 1.718.

 

O texto, adotado em 2006 após o teste nuclear realizado pela Coreia do Norte, exige a Pyongyang que abandone as provas com armas nucleares e com mísseis balísticos, assim como o desenvolvimento desse tipo armamento.

 

Já o ministro e porta-voz do governo japonês, Takeo Kawamura, qualificou, também nesta terça-feira, a declaração da ONU como uma "conquista significativa" e disse que seu conteúdo "foi extraordinariamente forte", informa a agência local Kyodo.

 

A Coreia do Norte recebeu na segunda-feira, 13, a condenação unânime do Conselho de Segurança das Nações Unidas pelo lançamento de um foguete de longo alcance na semana passada e hoje ameaçou se retirar das negociações internacionais para questão nuclear.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.