Japão apóia decisão de transferir fundos norte-coreanos

O Japão apoiou nesta segunda-feira, 19, o acordo firmado entre os Estados Unidos e a Coréia do Norte para resolver a disputa sobre os fundos norte-coreanos congelados em um banco de Macau, informou a agência de notícias "Kyodo"."As conversas a seis lados e a questão do Banco Delta Asia são dois assuntos separados, mas como os dois estão sendo negociados ao mesmo tempo, esperamos que (o acordo sobre os fundos) guie o diálogo multilateral a um bom final", disse o ministro porta-voz, Yasuhisa Shiozaki.Participam do diálogo as duas Coréias, China, Rússia, EUA e Japão.Um funcionário americano afirmou que Washington decidiu transferir os US$ 25 milhões congelados em Macau a uma conta no Banco da China em Pequim, em nome do Banco de Comércio Exterior da Coréia do Norte.A posição do Japão em relação ao conflito da Coréia do Norte é de que não suspenderá as sanções nem apoiará programa de ajuda humanitária algum se não houver progresso no assunto dos seqüestros de cidadãos japoneses.Nas décadas de 70 e 80, Pyongyang seqüestrou cidadãos japoneses para usá-los em sua estratégia de espionagem.O Japão pode ficar isolado nas negociações à medida que os EUA e outros países reduzem sua pressão sobre a Coréia do Norte e fornecem ajuda humanitária, como ficou decidido no pacto assinado pelas seis partes em 13 de fevereiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.