Japão aprova uso de escudo contra foguete norte-coreano

O governo japonês autorizou a destruição de todo foguete norte-coreano ou destroços que ameaçarem seu território, anunciou hoje em Tóquio o ministro da Defesa, Yasukazu Hamada.O Conselho de Segurança Nacional aprovou o uso do sistema de defesa antimísseis pela primeira vez, após a Coreia do Norte posicionar na quarta-feira em uma plataforma de lançamento um foguete que, segundo Pyongyang, será usado para colocar um satélite em órbita. Pyongyang advertiu que fragmentos de seu foguete podem cair no mar, perto das prefeituras (Estados) de Akita e Iwate, no norte do Japão. Hamada deve ordenar hoje o posicionamento de mísseis terra-ar na costa norte e enviar à região destróieres com mísseis água-ar. Teme-se que a Coreia do Norte, na verdade, esteja querendo testar o míssil de longo alcance Taepodong-2, capaz de atingir o Estado americano do Alasca. Os EUA qualificaram o lançamento - que deverá ocorrer entre os dias 4 e 8, segundo Pyongyang - de uma provocação e uma violação da resolução da ONU, de 2006, proibindo testes balísticos.Ontem, a Coreia do Norte ameaçou retomar seu programa de enriquecimento de plutônio - paralisado em julho de 2007 - e pôr fim às conversações para desmantelar seu programa nuclear se o Conselho de Segurança da ONU tentar puni-la.Segundo o Departamento de Estado dos EUA, representantes do Japão, Coreia do Sul e EUA se reunirão hoje em Washington para discutir o caso, indicando uma crescente preocupação com o lançamento norte-coreano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.