Japão aumenta controle de imigração em aeroportos e portos

A partir de agora dados biométricos dos estrangeiros maiores de 16 anos que visitam o país serão registrados

Efe,

20 de novembro de 2007 | 02h07

O Japão aumentou o controle de imigração em aeroportos e portos do país, com a entrada em vigor de uma nova lei nesta terça-feira, 20. A partir de agora, os dados biométricos dos estrangeiros maiores de 16 anos que visitam o país serão registrados. Segundo a agência Kyodo, o Japão é o segundo país, depois dos Estados Unidos, a introduzir um sistema para recolher dados biométricos. Os estrangeiros que entrarem no país serão fotografados e terão que tirar as impressões digitais. O governo japonês alega que o objetivo é reforçar a luta contra o terrorismo internacional. Mas associações de advogados denunciam a utilização dos dados nas investigações criminais sem nenhum tipo de controle. Os dados pessoais vão ser recolhidos por equipamentos fabricados por empresas japonesas especialmente para esta tarefa. A nova Lei para Controle da Imigração e de Refugiados foi aprovada em maio e entrou em vigor nesta terça-feira, 20 de novembro.

Tudo o que sabemos sobre:
Japãoimigraçãoimigrantes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.